Notícias

11/08/2015
Aplicativo aproxima os síndicos
Grupo criado no WhatsApp troca informações importantes sobre os condomínios da Gleba Palhano

Sem título.png

É praticamente impossível encontrar alguém que possua um smartphone e não use o aplicativo de mensagens WhatsApp. Foi pensando nisso que o Conselho de Condomínios Residenciais da Gleba Palhano, ConGP,  resolveu criar um grupo para discutir assuntos em comum entre os síndicos do bairro.
Criado em abril de 2015, o grupo do ConGP tem 40 síndicos e mais uma dezena de moradores do bairro participantes. Ali são discutidos temas como normas condominiais, dúvidas trabalhistas, procedimentos sindicais, compra de produtos para os prédios e, principalmente, indicações de prestadores de serviços, como manutenção de piscinas, jardinagem e parte elétrica. 
Ao contrário de outros canais de comunicação, como o Facebook e os e-mails direcionados à direção do ConGP, no WhatsApp as perguntas e dúvidas são respondidas quase que instantaneamente por diversas pessoas, cada uma direcionando um caminho ao solicitante da informação. Esta reportagem, por exemplo, foi feita em grande parte com a colaboração dos integrantes do grupo do ConGP. Síndico do edifício Anita Mafalti, José Rigatto Mogenes é uma dos síndicos que já se beneficiaram com a indicação de um profissional por meio do grupo. "Precisei da indicação para a vaga de porteiro e fui muito bem atendido. Recebi uma indicação no grupo e, logo em seguida, essa pessoa foi contratada pelo nosso condomínio", conta.  
Além dos condomínios filiados ao ConGP, os síndicos de outros edifícios também podem participar do grupo do WhatsApp, é o caso, por exemplo, de Fernanda Coutinho Rabello Isolani, síndica do condomínio Costa Esmeralda. "Não participo do Facebook, tampouco das reuniões mensais, pois o horário coincide com a minha atividade profissional. Já busquei informações e fui ajudada, acredito que essa foi a melhor ferramenta de comunicação criada nos últimos tempos, pois possibilita a troca de experiências e informações necessárias ao bom desempenho de nossa função como síndico", explica. 
Mensagens com piadas, correntes e especialmente de cunho político são proibidas e rechaçadas pelos participantes. Para saber como proceder para entrar no grupo do ConGP é preciso solicitar o ingresso para a gerência da entidade, o e-mail é: [email protected]

Rafael Montagnini

Errata: Ao contrário do que foi publicado na reportagem "Afundamentos no asfalto dificultam o trânsito de motocicletas", o Jornal da Gleba entrou em contato com a Secretaria de Obras nos dias 30 de junho e 1º de julho, e não em 1º de março.  

Busca