Notícias

12/05/2015
Eu quero mocotó
O caldo mais famoso dos bares é uma excelente pedida para os dias de temperaturas amenas
IMG_4899.JPG

Quem gosta de bares e botecos não dispensa uma boa cerveja e um suculento caldo de mocotó. Juntamente com a moela e a dobradinha essas três iguarias brasileiras formam a santíssima trindade das comidas de boteco.  
Com a chegada das temperaturas mais frias, essas delícias são consumidas em maior quantidade, afirma Alexandre Pinheiro, proprietário da Adega do Porto Restaurante. Ele conta que o caldo de mocotó é o mais pedido nessa época do ano. "Nossa receita é bastante conhecida, tem quase cinquenta anos de tradição; por isso, vem gente de todas as idades e de todas as partes da cidade provar nosso caldo de mocotó", conta.
A receita, de quase meio século, é obra da pernambucana Maria José Marins, mais conhecida como Dona Zizi, 79 anos de idade (foto acima). Ela chegou a Londrina aos 24 anos de idade, para ajudar o marido na antiga Adega Brasil (atual Adega do Porto), ponto muito conhecido entre os boêmios veteranos da cidade.  Dona Zizi afirma que, além de delicioso, o caldo de mocotó é uma ótima fonte de energia, "antigamente, quando uma pessoa estava fraca, com a saúde comprometida, o pessoal dava esse caldo para o doente ficar mais forte". 
O mocotó é extraído do tutano, parte interna dos pés e canelas do boi, e tem grande quantidade de colágeno, sais minerais, proteínas e carboidratos. Veja como preparar essa delícia em casa: 

Caldo de mocotó
(porção para quatro pessoas)

Ingredientes
2 quilos de mocotó
2 cabeças de alho 
2 cebolas médias picadas 
3 tomates picados
1 pimentão pequeno e maduro 
Salsinha e cebolinha à vontade
1 colher pequena de coloral 
1 xícara pequena de óleo 

Modo de preparo 
Cozinhe o mocotó por 30 minutos. Use somente água. Após o cozimento, retire a água e separe o mocotó. Em uma panela de pressão, acrescente o óleo, o alho, a cebola, o tomate, o pimentão e o coloral.
Quando tudo estiver refogado, despeje o mocotó. Mexa por 5 minutos e depois acrescente a água, até cobrir tudo. Cozinhe por mais 30 minutos e verifique se o mocotó está bem mole. Após isso, jogue a cebolinha e a salsinha. Sirva com torradinhas e farinha de mandioca. 

Serviço: 
Caldo de Mocotó 
Adega do Porto Brasil 
Rua Brasil, 815. Telefone: 3338-0815 /9910-4003

Rafael Montagnini

Busca