Notícias

18/12/2014
Novo polo comercial
Principal avenida da Gleba Palhano, a "Ayrton Senna", consolida-se como um dos mais importantes polos comerciais de Londrina

Gleba Palhano teste 4 Mario JorgeDSC_3788.jpg

Há uma década, a região da Gleba Palhano era uma área bem diferente do final da avenida Maringá era possível avistar alguns poucos edifícios, diversas chácaras e algumas ruas asfaltadas. Morador do bairro há 12 anos, Mário Jorge Tavares é testemunha das profundas transformações da região: "Apesar de longe do centro e com poucas ruas pavimentadas, a escolha que fiz na época pelo bairro foi decorrente do silêncio, quebrado, às vezes, por alguns latidos de cães de chácaras, pela vista maravilhosa do lago Igapó e pelo custo acessível dos imóveis e condomínios. Desde então, a Gleba Palhano virou uma nova cidade, cheia de movimento e vitalidade, com suas vantagens, próxima dos shoppings, de supermercados e outros comércios". Se, por um lado, o progresso trouxe diversos benefícios, Mário enumera alguns pontos negativos: "Atualmente, temos maior ruído ambiental e poeira, provocados principalmente por novos edifícios em construção, considerável aumento do tráfego de veículos, redução de áreas verdes, com proliferação de edifícios cada vez mais próximos e maiores, que têm reduzido a bela vista que antes existia". 
Se até pouco tempo atrás a Avenida Ayrton Senna servia apenas de via de acesso à Avenida Madre Leônia Milito, hoje, a avenida é o principal eixo viário e comercial da Gleba Palhano, com restaurantes, bares, showroom de vendas de apartamentos, imobiliária, galeria de lojas e duas torres comerciais. Também estão em construção, ou em fase de entrega na avenida, mais três torres comerciais e um shopping center. Além disso, outro edifício comercial, prestes a ser entregue, e localizado na rotatória das avenidas Madre Milito e Ayrton Senna, chama a atenção pelo pouso e decolagem de helicópteros. O Jornal da Gleba tentou obter informações com a construtora responsável pela obra, mas foi informado pela assessoria de imprensa que isso não seria possível. 
Pioneiro na construção de torres comerciais na Gleba Palhano, o empresário Fernão Galindo, da Galmo Engenharia, explica a razão de investir nesse filão: "Em 2010, lançamos o Torre Montello porque verificamos que o bairro já comportava um empreendimento comercial. Os terrenos da Gleba Palhano são muito grandes para construção de pequenos comércios e escritórios. Mas, nesses lugares, é possível construir uma torre comercial e suprir a necessidade dessas pessoas que querem abrir um comércio ou escritório próximos de suas residências". Galindo diz que a demanda por esse tipo de empreendimento é significativa e já prepara o lançamento de mais uma torre comercial na Avenida Ayrton Senna. O empresário também dá detalhes sobre o Aurora Shopping, que está sendo finalizado, e que também fica na principal via do bairro. "O Aurora terá um mix de lojas, restaurantes, cinemas, sala de convenções e diversos serviços. Queremos oferecer o que há de melhor no comércio de rua, mas dentro do ambiente seguro de um shopping. Por ser bem localizado, de qualquer lugar da Gleba Palhano será possível vir a pé", conta Galindo. Ele também explica que a entrada de veículos e caminhões de entrega será feita exclusivamente pela 'Ayrton Senna', para minimizar os impactos viários que uma obra desse porte pode causar na vizinhança. 
Para o arquiteto e urbanista Humberto Carvalho, morador da Gleba Palhano há cinco anos, a expansão comercial da região segue a lógica do urbanismo. "Esse processo de expansão do comércio é positivo para o bairro. É um processo de descentralização, os serviços que ficavam restritos ao centro da cidade também estão presentes na Gleba. Temos demanda e o aumento do comércio é bom para quem mora aqui. Agora, os escritórios dos prédios comerciais estão sendo ocupados por pessoas da região. O resultado disso é positivo para toda a cidade, pois há menos carros circulando pela nossa já congestionada malha viária", avalia o urbanista. 

Rafael Montagnini
Foto: Mário Jorge Tavares

Busca