Notícias

13/03/2021
Enquanto você não organizar sua empresa, não vai ter lucro para investir nela

Empreender no Brasil é apenas para pessoas fortes; você já ouviu isso?

Pois é. Não basta ter uma ótima ideia de um empreendimento, é preciso superar barreiras burocráticas, fiscais e trabalhistas para alcançar o sucesso.

Meu objetivo não é desestimular você a empreender, ao contrário. Quero que conquiste seu objetivo empresarial e essa matéria vai ajudá-lo nisso. Antes, preciso que entenda algumas coisas.

Por vezes, a parte trabalhista da empresa é esquecida e, até mesmo, deixada para última análise. Esse é um grande erro do empresariado.

Explico: o contrato de trabalho firmado entre empresa e empregado (a) é chamado de “trato sucessivo”, ou seja, ele se renova a cada dia, tornando-se assim uma relação de débito permanente. Se o empregado faz horas extras a cada dia, o valor a ser recebido com os reflexos se renova; se o empregado não usa os equipamentos de proteção individual corretamente, a cada dia o risco se renova; se a empresa não fiscaliza adequadamente, a cada dia sua responsabilidade aumenta, e assim por diante.

Por esse motivo, organizar o contrato de trabalho de sua empresa com o seu (sua) empregado (a) não é simplesmente pegar aquele “modelinho” de internet e pensar que está respaldado.

Isso, diga-se de passagem, é o que eu mais vejo no dia a dia.

Para você estar efetivamente respaldado, precisa de um contrato de trabalho que preveja corretamente a jornada a ser realizada e suas possíveis alterações; os valores a serem pagos e a forma; o cargo a ser ocupado ou a função a ser exercida; os benefícios; as normas da empresa, dentre outras especificidades que vão variar conforme a categoria.

Essas medidas podem alterar significativamente o curso de um processo trabalhista e evitar que a empresa seja responsabilizada, possibilitando a designação de valores para o que realmente importa: o seu crescimento.

Agora, depende de você se organizar para poder investir mais e melhor em sua empresa.

 

Advogada trabalhista empresarial, inscrita na OAB/PR nº 55.423, pós-graduada em direito do trabalho e processo do trabalho pela PUC/Londrina; pós-graduada em direito previdenciário pela UEL; certificada pela FGV/SP em gestão de pessoas e compliance e em direito do trabalho, RH e reforma trabalhista pelo Insper.

Busca