Notícias

16/12/2019
A lista das Irmãs de Palavra

A lista das Irmãs de Palavra 

Agora não é o momento para listas de supermercado. Fim e começo de ano, o fechamento de um ciclo e novas chances surgindo pedem outro tipo de lista. Uma lista de desejos.

Descrente, você pode torcer o nariz. Listas não adiantam nada. “Entra ano, sai ano, eu não consigo realizar um monte de coisa. É sempre assim.” Acontece que você também pode se surpreender!

Um francês, em 2013, publicou o livro “A lista dos meus desejos” (Grégoire Delacourt, editora Alfaguara). Na França, o livro foi recorde em vendas, mais de 400 mil exemplares em um curto período de tempo. Agradou crítica e leitor. Isso já não lhe parece um desejo surreal virando realidade? Afinal, quem não quer ver o seu trabalho se tornar um sucesso?

A personagem principal dessa ficção, Jo, uma mulher de meia-idade que tem uma vidinha pacata e sem graça, morando com a família numa cidadezinha francesa, ganha um bilhete premiado. O prêmio é de 18 milhões de euros! Com toda essa quantia, a certeza que se tem é que seus desejos serão realizados num piscar de olhos. Não é o que acontece no livro. Jo vê sua vida toda mudar por causa do prêmio, mas nem tudo acaba tão bem assim.

“Eu gostaria de ter a sorte de decidir sobre minha vida, acho que é o maior presente que podemos receber”. Essa é a frase de uma pessoa que ganhou 18 milhões de euros. Isso nos faz pensar! O livro de Grégoire Delacourt nos convida a refletir. O que o dinheiro pode fazer por você? O que seria sorte na sua vida? O que você pode realmente fazer e mudar para realizar seus desejos? O que você colocaria numa lista de desejos se soubesse que todos serão realizados?

É um bom livro para ser lido nesta época do ano. Podemos estar desgastados pela luta diária, por um ou outro projeto que não deu certo, alguma decepção pessoal, pressões sociais e políticas. É, podemos ter chegado cansados até aqui. Mas ainda temos escolhas, e o mais importante: um recomeço à vista. Você pode fazer só mais uma lista de desejos que, em sua maioria, acaba não cumprindo. Ou pode aproveitar essa chance para mudar, de verdade.

Mas antes de gastar seu tempo fazendo uma lista de desejos mirabolantes para 2020, pense um pouquinho no que o livro sugere. Eu realmente quero essas coisas para minha vida? É esta vida que eu quero ter?

E, depois, só depois, faça a lista de SEUS desejos.

Temos 365 dias pela frente. É bastante tempo. Aproveite!

 

Beijos das Irmãs de Palavra

P.S.: E lembre-se: “Toda história tem poder. A sua tem mais!”

 

Por Irmãs de Palavra

@irmasdepalavras

Busca