Notícias

16/07/2019
O hospital da Gleba Palhano

O hospital da Gleba Palhano 


Instalado na Gleba Palhano, Hospital Araucária destaca-se por oferecer um conceito de atendimento que prioriza serviços de alto padrão de qualidade, como o recém-inaugurado Laboratório de Hemodinâmica 

Inaugurado em novembro de 2008, o Hospital Araucária é uma instituição privada e um dos pioneiros no oferecimento de nova tendência na área hospitalar. Contando com equipe muito bem preparada, tecnologia de ponta e equipamentos de última geração, proporciona aos clientes serviços de alto padrão de qualidade.

Pacientes que buscam atendimento médico e hospitalar ou que precisam passar por cirurgias eletivas das mais diversas áreas, como oftalmologia, ortopedia, cirurgias do aparelho digestivo, cirurgias ginecológicas, vasculares, cardiológicas ou bariátricas, para citar alguns exemplos, têm no Hospital Araucária um local seguro, confortável e com alta tecnologia para atendimento.

Instalado às margens do Lago Igapó, aqui na Gleba Palhano, o hospital dispõe de salas cirúrgicas com vista para o lago e entorno, oito leitos de UTI com atendimento humanizado, setenta e três leitos de internação aconchegantes e equipe de médicos e enfermagem de alto nível técnico e ético, totalmente focada na segurança do paciente. 

“Nossa missão é promover a saúde e o bem-estar do paciente com serviços médicos hospitalares de alta qualidade, de forma ética e humana”, revela a gerente administrativa Ana Paula Guidorizi Gazzoni.

 

O principal pilar da instituição é a segurança do atendimento. “Todos os pacientes passam por avaliação pré-anestésica, checklist de cirurgia segura e pós-operatório imediato na sala de recuperação pós-anestésica. O hospital executa checklist de segurança para que o procedimento correto seja executado no paciente certo e com todos os materiais e equipa mentos necessários, evitando qualquer falha ou acidente”, conta Renato Moreira Fernades, médico anestesiologista e um dos diretores do hospital.

“Além disso, nossa comissão de controle de infecção hospitalar é atuante, e seus indicadores são divulgados mensalmente para o corpo clínico. Devido a esses cuidados e rigor, temos um índice de infecção hospitalar extremamente baixo”, complementa Fernandes.

 

Laboratório de Hemodinâmica 

 

Recentemente, o Hospital Araucária inaugurou o serviço de Hemodinâmica, que é responsável pela realização de exames e intervenções cardiovasculares e neurológicas. Por meio de técnicas minimamente invasivas e de um ambiente de alta complexidade, o Laboratório de Hemodinâmica é um grande aliado no diagnóstico e tratamento de diversas patologias.

Para complementar o serviço de Hemodinâmica, Renato Fernandes chama a atenção para a estrutura da instituição, que é uma das melhores do Paraná. Com um moderno Laboratório de Hemodinâmica, esse equipamento, importado dos Estados Unidos, está capacitado a realizar todos os procedimentos de Cardiologia Intervencionista, como angiografias, implante de stents coronarianos, angioplastias, trocas de válvulas cardíacas, entre outros. O atendimento é completo, do diagnóstico à terapêutica.

“O moderno laboratório possibilita diagnóstico rápido e preciso e um tratamento satisfatório. O uso de contraste e captura de imagens dinâmicas permite detectar com precisão, por exemplo, o grau de obstrução das artérias e, com isso, indicar de forma mais segura o tratamento necessário. O equipamento dá condições para tomada de decisão na hora: o paciente chega, faz o exame e, de imediato, a equipe médica já pode decidir qual o tratamento mais indicado”, diz o anestesiologista. Ele ressalta que isso é fundamental, principalmente no caso de pacientes com problemas agudos.

 

Com o objetivo de garantir um diagnóstico rápido e seguro, o setor de Hemodinâmica conta com uma equipe estruturada, qualificada e multidisciplinar, formada por cardiologistas clínicos, cirurgiões e cardiologistas intervencionistas, além de outros especialistas.

 

O termo Hemodinâmica serve, no Brasil, para denominar uma série de procedimentos na área de Cardiologia Intervencionista, como as cineangiocoronariografias, as angioplastias, implantes de stents coronáriose angiografias (cerebral, dos membros inferiores etc.).

Como a Hemodinâmica permite tanto o diagnóstico quanto a terapêutica, algumas técnicas são uma opção ao tratamento de pacientes, diminuindo a necessidade da cirurgia cardíaca. A angioplastia com implante de stent, por exemplo, é uma alternativa para a revascularização do miocárdio, popularmente conhecida como ponte de safena.

“Por se tratar de procedimentos menos invasivos do que as cirurgias – ou seja, sem grandes incisões, permitem ao paciente uma recuperação mais rápida. Em uma semana, geralmente, ele já pode voltar a atuar em suas atividades normais. Na cirurgia convencional, é aberto o tórax da pessoa operada. Com os procedimentos de Hemodinâmica, isso se torna desnecessário”, observa Renato Fernandes. 

 

O serviço de Hemodinâmica está disponível para pacientes de diversos planos de saúde, como Unimed, por exemplo, e também em caráter particular. Além disso, o Hospital Araucária possui um corpo clínico aberto, o que possibilita o acesso de outros profissionais prontamente qualificados para a realização de procedimentos cirúrgicos. 

Busca