Notícias

10/06/2018
Armário para cada estação
Em doze meses passamos por quatro estações diferentes. Em cada uma delas, mudanças de clima ocorrem e propõem visuais diferentes. Para acompanhar cada transição, lançamos mão de camadas mais espessas e volumosas ou nos despimos de tantos tecidos. Mas podemos viver mudanças sutis, que vão tomando corpo ao longo do tempo e, muitas vezes, não tão bem definidas. Por isso, ter o closet dividido em dois grandes grupos excludentes pode ser questionado: armário de verão e armário de inverno. Será que isso ainda faz tanto sentido?
Bem, esse questionamento deve ser respondido por cada um em particular, pois depende do hábito de vida. Muitas pessoas viajam a trabalho com frequência e encontram uma variação de clima importante, que não necessariamente coincide com o clima de onde vivem. Outras pessoas trabalham em ambientes climatizados, onde a temperatura média anual se mantém inalterada. 
De modo geral, oriento minhas clientes a terem um espaço do armário, pelo menos, disponível para peças de meia estação. Sempre pode vir uma frente fria fora de hora ou sermos convidados a frequentar um ambiente com ar condicionado forte. Palestras em auditórios ou teatros deveriam conter no convite o lembrete de levar um casaquinho, mesmo no verão, concorda? Ah, o limiar de frio e calor que cada um suporta também deve ser levado em conta. A sensação térmica varia de pessoa para pessoa e, por isso, faz muito sentido encontrar mais peças de frio no armário de uma mulher friorenta. 
O que vejo são muitas e muitas peças pesadas guardadas no maleiro e sendo danificadas pelo mau armazenamento. Quando o frio chega para valer é quando a dona se lembra (quando lembra) de descer os casacos, mas aí ele está com cheiro de guardado, todo amassado e sem forma. Fica superdifícil fazer todo o processo de higienização a tempo. Por isso, tenho entendido que cada pessoa, de acordo com o lugar onde mora e estilo de vida, pode optar por ter um menor número de peças, mas cada uma com um lugar privilegiado no armário. 
Uma boa alternativa para fazer os casacos mais pesados circularem por aí é vesti-lo por cima de blusinhas mais leves que, teoricamente, não teriam espaço no frio. Mas, em vez de somar duas blusas com espessura média, vale somar uma bem levinha com outra bem pesadona. Vamos fazer render visuais lindos neste inverno também com as peças de verão? Prepare seu closet porque o clima está excelente para novas criações!

Gabriela Favoreto – Consultoria de Estilo

Busca