Notícias

06/12/2017
Qualquer um pode meditar
“Personal meditation” auxilia quem deseja meditar
A meditação traz inúmeros benefícios aos praticantes, tanto para o físico como para o emocional
viva (2).jpeg

Hoje em dia, existem muitas opções de técnicas e práticas de meditação. Há variedade para todos os gostos e estilos e o site Youtube está repleto de vídeos que prometem auxiliar quem deseja começar a introduzir esse hábito na rotina. No entanto, muita gente, por mais que queira, sente dificuldade em conseguir meditar e acaba optando por frequentar aulas presenciais, em grupo ou individual.
É o caso da médica Priscila Fonseca. Após algumas tentativas frustradas de conseguir meditar por meio de vídeos e dicas de amigos, ela resolveu se matricular em uma turma de meditação. “Tentei várias formas, mas, infelizmente, não consegui. Tenho uma mente muito acelerada, uma vida sem rotina, com horários malucos, então é mais difícil ter disciplina e introduzir esse hábito por conta própria. Depois que comecei a frequentar as aulas, duas vezes por semana, tudo começou a ficar mais fácil. Contar com o auxílio de um profissional foi fundamental para que eu conseguisse alcançar esse objetivo. Hoje, pratico sozinha e medito todos os dias, mas continuo frequentando as aulas uma vez na semana. Minha vida mudou completamente após a meditação”, comenta.
Há mais de 20 anos inserido nesse universo, o professor de Yoga e Meditação, Déo Ortiz, revela que qualquer um pode meditar e o princípio básico é a pessoa estar aberta para isso. “As pessoas, em sua maioria, chegam aqui tensas, com muitas crenças e expectativas, achando que em uma aula vão conseguir meditar. Não é assim. É um processo que leva tempo. A primeira coisa que a pessoa precisa fazer é aprender a relaxar. A partir daí, o processo vai evoluindo, ela começa a entrar em contato com o próprio corpo, com a própria respiração e isso vai ajudando a melhorar  a conexão consigo mesma”, diz.
Ortiz acredita que procurar um espaço onde as pessoas meditam é uma das melhores alternativas para conseguir inserir a prática no dia a dia, já que o contato presencial é importante e facilita bastante. Para os mais tímidos, que têm dificuldade em participar de grupos, mas também não têm a disciplina e a determinação para realizar a prática sozinhos, ele recomenda a aula individual com o chamado “personal meditation”. “Na aula de personal, fico totalmente voltado ao aluno, buscando formas e técnicas que sejam mais harmônicas e apropriadas ao perfil e estilo de vida dele. Os resultados costumam ser surpreendentes”, comenta. A aula dura cerca de uma hora e é agendada de acordo com a disponibilidade do aluno.

Talita Oriani

Busca