Notícias

06/12/2017
Valter Orsi, o homem das mil e uma atividades
Apaixonado pelas coisas que faz
Empresário bem-sucedido, Valter Orsi não deixa de lado seu compromisso com a sociedade londrinense

gleba.montagnini.JPG

O dia começa cedo para Valter Orsi. Todos os dias, às 6 horas da manhã, o empresário caminha no entorno do Lago Igapó 2; a caminhada serve de preparação para mais um dia longo de trabalho. Há mais de 30 anos, ele administra a empresa Indusfrio, referência nacional na fabricação de equipamentos para cozinhas profissionais; também é sócio do tradicional Colégio Interativa.  Além desses afazeres, Valter ocupa atualmente o cargo de presidente do Sindimetal, sindicato patronal que representa as empresas e indústrias de metalmecânica de Londrina e região. Essa é a segunda vez que ocupa o posto. Formado em economia, Orsi também foi presidente da ACIL por duas vezes; a última gestão foi no biênio 2014/2016. Nesse mesmo ano, foi candidato a prefeito pelo PSDB. Iniciou a disputa com 1% de intenção de votos em algumas pesquisas e terminou na segunda colocação do pleito, com 36% dos votos. Mesmo com esse crescimento, terminou sem alcançar o segundo turno. 
Valtão, como é conhecido pelos amigos mais próximos, é um homem simples. Está sempre entre os funcionários das empresas e entidades que comanda, despertando a afeição de todos. Filho de Essio Orsi e Zulmira Matareli Orsi, cresceu na Vila Casoni e teve uma juventude humilde: “Era uma época em que as crianças tinham muita liberdade. Eu brincava de bola de gude, futebol e ia pescar no Igapó. Ainda assim, já trabalhava desde os 9 anos. Lavava carro,  ajudava os corretores de café e fazia outros pequenos trabalhos ”, relembra. 
Mesmo com tantas atividades, o empresário ainda encontra tempo para a família. Gosta de viajar, para pescar com a esposa Jane, e, como bom descendente de italianos, não abre mão de reunir a família ao redor da mesa, preparando o almoço do fim de semana. Para esta entrevista, Valter Orsi recebeu o Jornal da Gleba na sede do Sindimetal:

Jornal da Gleba – O senhor participa ativamente da vida social e política da cidade, qual a razão disso?
Valter Orsi – Isso é da minha personalidade, nunca fui incentivado por uma razão específica. Se posso ajudar a comunidade de alguma forma, vou lá e faço. Quero deixar um legado positivo. 

JG – Entre todos os cargos ou trabalhos realizados pelo senhor, de qual tem orgulho especial? 
VO – Com certeza, foi ter participado da elaboração do estatuto da micro e pequena empresa do Brasil, entre 1985 e 1986. Antes desse estatuto, as pequenas empresas pagavam a mesma tributação de uma grande indústria, por exemplo. Após esse trabalho, a lei mudou e as micro e pequenas empresas passaram a ter um alívio fiscal. 

JG – O senhor mora na Gleba Palhano e se diz um apaixonado pelo Lago Igapó, de onde vem esse sentimento? 
VO – Quando eu era criança, saia a pé lá da Vila Casoni para pescar no Igapó. Hoje, moro pertinho do lago e faço minhas caminhadas matinais ali. Faço questão de preservar esse patrimônio londrinense. Já instalei lixeiras, participo do grupo que faz o controle das formigas cortadeiras e, há cinco meses, desenvolvi e instalei, com a autorização da Sanepar, dois bebedouros que não desperdiçam água, além de serem à prova de vandalismo. 

JG – Qual a sua avaliação deste primeiro ano de mandato do prefeito Marcelo Belinati? 
VO – Por enquanto, vejo muitos discursos e poucas realizações. 

Rafael Montagnini

Busca