Notícias

08/03/2017
Estilo na gravidez
ESTILO - G.FAVORETO.jpg

Estou no sétimo mês de gestação e muito feliz com a minha nova realidade. A experiência de me preparar para ser mãe trouxe novos desafios de estilo e exigiu que eu me mantivesse firme para não esquecer minha identidade visual. 
Continuar encontrando identificação com a própria imagem é uma tarefa importantíssima, mas que fica ainda mais desafiadora com as mudanças no corpo, que, na gestação, são constantes, trazendo uma certa dificuldade na hora de se vestir.
Mas, uma coisa é certa, a grávida fica com o semblante muito mais iluminado e tem de tirar proveito das positividades que esse período, lindo e passageiro, traz. Destacar o rosto, com uma make bem feita, ter as unhas em ordem e abusar dos acessórios para criar variações nos looks são artifícios fáceis. O armário mais enxuto não precisa ser motivo de desespero, afinal, todos sabem da sua situação e esperam ver uma mãe feliz e bem cuidada e não um desfile de roupas diferentes. Já pensou que oportunidade de colocar a criatividade para funcionar?
De modo geral, a grávida fica com o corpo arredondado e tem um aumento significativo nos seios, barriga e quadril. Em alguns casos, mudar o tamanho do manequim é suficiente, mas, em muitos outros, alguns truques de estilo são bem-vindos para deixar a gestante mais bem vestida e feliz com sua imagem. Se esse é o seu caso, fique de olho nas dicas a seguir:

- Coletes ou blazers para afinar a silhueta: o vão que se forma entre as laterais ajuda a aparentar uma mulher mais longilínea e mais magra;
- Maxicoletes por cima de vestidos justos: essa peça vai garantir muito mais conforto para a grávida na medida em que não tem seu corpo todo exposto. Os maxicoletes escondem o bumbum e permitem que antigos vestidos continuem sendo usados durante a gestação;
- Blusas com decote em V: como os seios ficam grandes, esse tipo de decote ajuda a suavizar o tamanho, dando a sensação de mais leveza e elegância;
- Vestidos transpassados: as linhas diagonais que esse modelo cria ajudam a amenizar o peso do corpo, dando a sensação de silhueta mais magrinha;
- Colares longos: ajudam a alongar a silhueta, enquanto que maxicolares podem pesar na região dos seios;
- Linhas retas: deixe de lado as mangas bufantes, babados e saias godês. Mais vale investir em peças com corte reto para desarredondar a silhueta. Tente saia lápis, camisas e pantalonas sem muito volume, por exemplo;
- Cabelo bem cuidado: já que o corpo muda tanto, que tal manter o corte de cabelo? Aproveite que os fios ficam brilhosos e dê destaque aos cabelos.


Gabriela Favoreto - Consultora de Imagem e Estilo

Busca