Notícias

12/12/2016
Como arrumar uma mala de viagem inteligente
Arrumar uma mala de viagem significa que merecidas férias estão chegando, portanto, só pode ser uma atividade maravilhosa, não é? 

Pois é, na verdade, arrumar a mala quase nunca deixa as pessoas tão animadas assim. 
Um dos motivos que torna essa tarefa, literalmente, um fardo pesado de carregar é o fato de que colocamos muito sentimento dentro da mala e pouco raciocínio. Antes de qualquer coisa, é necessário planejamento para não acharmos que é preciso levar o armário inteiro. O mais legal das viagens é podermos levar um pouco de quem somos numa amostra pequena do guarda-roupa que temos, sem deixar que nossa imagem se torne pouco interessante ou sem graça. É o momento ideal para treinar a criatividade e permitir um pouco mais de ousadia. 
Para planejar o conteúdo da mala, alguns levantamentos precisam ser feitos. Saber a quantidade de dias, o clima provável do destino e as possíveis atividades que serão desempenhadas são fatores que ajudam muito na escolha das peças. A mala tem de refletir o tipo de viagem que estamos nos propondo ter. Por exemplo, vale pensar se as férias exigirão longas caminhadas para, então, levar sapatos confortáveis. Essa pequena reflexão irá evitar que carreguemos coisas desnecessárias ou que fiquemos desprovidos dos itens essenciais.
Outra dica é começar a escolher as peças pelas partes de baixo (calça, shorts, saia), que devem ser levadas em menor quantidade que as partes de cima, porque podem ser repetidas sem chamar tanta atenção. Vale pensar também em criar variações para a mesma peça, dobrando a barra da calça num dia e acrescentando um lenço como cinto em outro, por exemplo. 
Se a intenção for criar uma mala coordenada e versátil, escolha peças que pertençam a uma mesma cartela de cores, em que tudo fica bom com tudo! Segure a tentação de querer levar peças que ficam boas somente em uma única composição. 
E, antes de ir colocando tudo dentro da mala, estenda as peças em cima da cama com os possíveis conjuntinhos já prontos para enxergar se tem alguma roupa sobrando, desconetada com o todo. Por fim, não se esqueça dos acessórios que, além de não pesarem quase nada, transformam completamente qualquer produção. Boas férias!

Gabriela Favoreto - Consultora de Imagem e Estilo

Busca