Notícias

10/07/2014
Delegacia Eletrônica

Delegacia Eletrônica estuda aceitar queixas de perturbação do sossego

Caso a medida seja implantada, pessoa que estiver incomodada com barulho feito por vizinhos, por exemplo, poderá criar um B.O. on-line

Policia.jpg

Quem já precisou ir a uma delegacia para comunicar uma ocorrência, sabe que a tarefa não é das mais fáceis. É preciso ter tempo disponível e paciência para encarar uma, geralmente, longa e demorada fila de espera.

Mas, no intuito de desafogar as delegacias e diminuir o incômodo enfrentado pela população, a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Paraná aderiu, desde 2011, ao programa Delegacia Eletrônica, que possibilita ao cidadão criar um B. O. (Boletim de Ocorrência) sem sair de casa.

Acessando o site da Delegacia Eletrônica (www.delegaciaeletronica.pr.gov.br), é possível, para a vítima de furto, por exemplo, comunicar todos os detalhes do caso e gerar um B. O.

Mas a Delegacia Virtual não recebe todos os tipos de ocorrências. Em alguns casos ainda é necessário o comparecimento da vítima a uma delegacia física. 

O bairro da Gleba Palhano não possui delegacia. A unidade da Polícia Civil mais próxima, e que atende o bairro, é o 6° distrito, que fica na Avenida Adhemar Pereira Barros, 1010, no Jardim Bela Suíça.


Veja abaixo o que pode e o que não pode ser resolvido on-line:

Pode:

Furto ou perda de placa do veículo;

Furto ou perda de documentos como: CRV, CRLV, RG, CPF, CNH, Títulos e Certidões;

Furto ou perda de objetos;

Furto ou perda de referências financeiras como: cartões bancários, cheques e dinheiro;

Fazer denúncias de forma anônima ou denúncia com identificação;

Registrar o desaparecimento de uma pessoa.


Não pode (é necessário o comparecimento a uma delegacia):

Registrar roubo;

Furto de veículo;

Adulteração de cheque.


Para registrar uma ocorrência de roubo, que se caracteriza quando o crime é realizado mediante violência ou grave ameaça à vítima, cometido por uma ou mais pessoas, armadas ou não, é necessário que a vítima vá a uma delegacia.

Denúncias como perturbação do sossego, muito comuns no bairro da Gleba, ainda não são atendidas pela Delegacia Eletrônica. Porém, de acordo com o delegado titular da Delegacia Eletrônica, Eduardo Marcelo Costella, um estudo para implantar o serviço já é cogitado. "Nós e a Polícia Militar estamos avaliando a melhor forma para implantar a opção 'perturbação do sossego' na Delegacia Eletrônica", disse.

Ainda de acordo com o delegado, em casos como esse, a pessoa que se sinta incomodada deve ligar para o 190, relatar o que está acontecendo e, se julgar necessário, solicitar a presença de policiais no local da ocorrência. "Cabe à Polícia Militar resolver situações como essa", esclarece. A Delegacia Eletrônica pode ser acessada 24 horas por dia, durante os sete dias da semana.


Glória Matter

Busca