Notícias

10/04/2017
A maneira correta de correr
Escola ensina como praticar corrida de forma saudável

Viva.Rafael Montagnini (3).JPG

A corrida de rua é um dos esportes mais populares do mundo. É também a porta de entrada para muitas pessoas que querem deixar para trás o sedentarismo e entrar de cabeça no mundo das atividades físicas. 
Por se tratar de um exercício físico quase instintivo para o ser humano, os novos praticantes dificilmente procuram as orientações de um profissional da área. Mas será que existe um jeito certo de correr? Silvio Prado, empresário e educador físico, garante que sim. 
Há 10 anos, ele e seu sócio, o triatleta Tiago Conceição, são proprietários da Core Inteligência Esportiva, empresa voltada ao planejamento de atividades físicas, principalmente para corredores amadores e profissionais. Para atender outro perfil de público, os empresários criaram, há três meses, a "Escola de Corrida", focada em atender pessoas com pouca ou nenhuma prática no esporte. "Como qualquer outra atividade, correr exige técnica e respeito aos limites do corpo de cada aluno. O que é bom para um, pode não ser bom para outro", explica Prado. 
As aulas começam com um aquecimento moderado, com exercícios de equilíbrio, força e alguns alongamentos. Depois, os professores passam três tipos de treino, um para os iniciantes; outro para os iniciados e, por fim, um treino mais puxado para os mais experientes.  
Diferentemente dos grupos em que os participantes são corredores amadores, na escola de corrida o aluno aprende o bê-a-bá para começar a correr de forma correta. Nas aulas, os professores corrigem a postura, a forma como o aluno pisa, a respiração e dão outras dicas que melhoram a performance. 
Silvio Prado conta que os alunos começam a correr pelas mais diversas razões: "Alguns querem fazer novas amizades, praticar uma atividade ao ar livre. Mas há também aqueles que seguem recomendações médicas e outros ainda que querem perder peso". 
O valor da mensalidade é R$50,00, um custo bem acessível, comparado com o de outras atividades físicas, que têm o mesmo respaldo técnico. Além da mensalidade, o aluno precisa de um shorts, uma camiseta, um tênis confortável e um relógio com cronômetro. 
De acordo com o idealizador da escola de corrida, o esporte é o que mais cresce no mundo e no Brasil. "Nos últimos cinco anos, tivemos um crescimento de 1000% no setor; mais pessoas passaram a correr de forma regular; o número de provas aumentou consideravelmente e o comércio de itens relacionados ao esporte também cresceu muito". 
As aulas acontecem duas vezes por semana, com uma turma de manhã e outra no período noturno. 

Rafael Montagnini

Serviço: Escola de Corrida da Core
Telefone: (43) 3339-2443
Facebook/coreinteligenciaesportiva

Busca